PÓS EEP OFERECE EXTENSÃO EM FUNDAMENTOS DA GESTÃODE INOVAÇÃO

Atualizado: 30 de mai.


O desafio é atender demanda de empresas e preparar agentes de inovação para o agora


A Pós EEP está com matrículas abertas a todos os interessados no curso de extensão em “Fundamentos da Gestão de Inovação - Preparando Agentes de Inovação Para o Agora”; oferecido em condições especiais para grupos empresariais interessados em soluções reais para seus desafios organizacionais e competitivos.


O curso oferece 40 vagas e ocorre de 07 de junho a 27 de julho, com aulas presenciais às terças e quartas-feiras, das 19h às 22h. As matrículas vão até 31 de maio pelo endereço eletrônico https://pos.fumep.edu.br/matricula-extensao, onde os interessados obterão também o edital e mais informações sobre o curso de extensão.


Ao justificar a iniciativa, o gerente da Pós EEP, Prof. Felipe Roger Victor, lembrou que frente ao cenário imposto pela pandemia, as tecnologias e as inovações estão mudando a maneira de se pensar e fazer negócios. Neste contexto, o curso se destaca pela preparação dinâmica de profissionais para atuarem como agentes de inovação em projetos, ambientes e organizações (tradicionais ou startups) e também em movimentos sociais e acadêmicos.


“As novas economias estão em crescimento exponencial e a consolidação dos ambientes de inovação e da cultura de empreendedorismo digital e colaborativo vem estimulando a mudança de perfil do consumidor e acelerando o surgimento de soluções digitais e startups em todos os setores”, disse Profº Felipe.


Segundo ele, o curso tem à frente o professor Roberto Almada Leitão e o agente de inovação Pedro Chamochumbi com a proposta de capacitar estudantes, pesquisadores, profissionais e empresas com competências e habilidades para estruturar, coordenar e catalisar processos de inovação, analisar as soluções já existentes e as tendências tecnológicas para implantar modelos de Inovação aberta e sistemas de produção mais rentáveis e sustentáveis.


“Trata-se de um modelo de curso diferente, com foco em aprendizagem por experiências e aplicação de ferramentas, mentorias, casos práticos e projetos de soluções de desafios”, disse Roberto Leitão. Ele aponta ainda benefícios como a integração com os diversos ambientes acadêmicos e de inovação do ecossistema, além da aproximação com empresas e agentes de inovação da Região Metropolitana de Piracicaba.


Chamochumbi, por sua vez, frisa que a Região Metropolitana de Piracicaba já se destaca pela riqueza cultural, ambientes naturais privilegiados, pela sua importância econômica, pela presença de instituições de ensino de alto nível e por seu movimento empreendedor globalmente reconhecido, o que segundo ele, reforça as vocações dessa região estratégica do interior do Estado de São Paulo.


“Nos últimos anos, o movimento de inovação em Piracicaba demonstrou um crescimento exponencial, com um expressivo surgimento de novas startups, hubs de inovação, iniciativas de inovação aberta e corporate venture capital”, considerou.

Segundo ele, como força motriz deste movimento local está o interesse de empreendedores e pesquisadores em converter suas visões e estudos em modelos de negócio de alto impacto e a constante aproximação de empresas, mecanismos de fomento e investidores. “Essa é a hora de desenvolver novos profissionais e líderes que se destaquem no impulsionamento do empreendedorismo de impacto, social e de inovação”, finalizou.





Publicação:

Tribuna Piracicabana

26 visualizações