EEP, GMEA E FUNDAÇÃO FLORESTAL PROMOVEM REUNIÃO TÉCNICA SOBRE ESTAÇÃO ECOLÓGICA IBICATU


Iniciativa foca em programas de educação ambiental e prevê a contribuição de instituições e da sociedade


A EEP- Escola de Engenharia de Piracicaba participará da edição 2022 da SIMAPIRA- Semanas Integradas do Meio Ambiente de Piracicaba, realizando conjuntamente com o GMEA- Grupo Multidisciplinar de Educação Ambiental e a Fundação Florestal, reunião técnica para discutir possibilidades de desenvolvimento de Programas de Educação Ambiental para a Unidade de Conservação Estação Ecológica Ibicatu (EEI).


O encontro acontece a partir das 14 horas do próximo dia 21 de junho, na sala de reuniões da Biblioteca da FUMEP, e reunirá professores, técnicos e especialistas de Instituições de Ensino, da Prefeitura, de ONGs, entidades de classe e membros da sociedade civil. Para participar é necessário fazer inscrição <CLICANDO AQUI> ou pelo link https://forms.gle/ZWYEgZtUMtPj6Be86


O gestor da Estação Ecológica Ibicatu, Profº Antonio Álvaro Buso Júnior, explica que a EEI foi criada em 1987 pelo Decreto Nº 26.890, com área de 76,40 hectares, localizada na zona rural do município de Piracicaba. Ela teve seu Plano de Manejo recentemente aprovado pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente (CONSEMA), criando oportunidades para desenvolvimento de pesquisa e atividades de educação ambiental junto aos produtores rurais da Zona de Amortecimento e do Corredor Ecológico.


”A proposta da Estação Ecológica é promover o desenvolvimento sustentável, a proteção do ambiente natural, a realização de pesquisas básicas e aplicadas e o desenvolvimento de programas de educação conservacionista, com a contribuição de instituições e da sociedade”, disse.


Para Laís Ferraz de Camargo, educadora ambiental da Secretaria de Meio Ambiente de Piracicaba e representante da pasta no GMEA, o Grupo poderá auxiliar no desenvolvimento desses Programas e também na articulação das instituições e profissionais da área que poderão contribuir com o processo, já que o GMEA tem forte atuação na implementação das políticas públicas de Educação Ambiental do município, como a Política Municipal de Educação Ambiental - Lei nº 6922/2010 – e o Plano Municipal de Educação Ambiental – Decreto nº 18.491/2020.


A EEP, GMEA e a Fundação Florestal, acreditam que o encontro do próximo dia 21 é o pontapé inicial para que parcerias possam ser desenvolvidas com vistas à elaboração de propostas de programa de educação ambiental para esta unidade de conservação tão importante do ponto de vista socioambiental.


Confira vídeo institucional da Estação Ecológica Ibicatu


SIMAPIRA 2022 - Unidos fazemos a diferença - <Programação completa>


109 visualizações